Em todo o planeta, animais de estimação são venerados por seus donos, tratados como filhos, mesmo. Nada mais natural que o livro de John Grogan, Marley e Eu se tornasse, rapidamente, um best seller. Em diversos países, pessoas leram e se emocionaram com a vida de Grogan ao lado de seu intempestivo labrador Marley.

A estréia do filme homônimo, estrelado pelos dois ascendentes à categoria de queridinhos da América (Owen Wilson e Jennifer Aniston), era muito esperada pelos fãs e se tornou um grande sucesso no verão norte-americano.

marley_e_eu11

Quando John decide comprar um cachorro para fugir da iminente decisão de ter um filho, entra em cena o endiabrado Marley. O pequeno cãozinho revela-se um verdadeiro destruidor, detonando tudo que encontra pela frente.

Com o tempo, surgem os filhos e o casal se depara com quatro responsabilidades, cuja maior deles é o incansável labrador. O tempo passa e, diante de diversos conflitos familiares e profissionais, Jennifer e John passam pelos grandes apuros do passar dos anos ao terem uma grande família.

marley-e-eu04

Marley passa a ser o grande problema da casa, porém, como diz o ditado, família unida, permanece unida e os dois não conseguem imaginar a vida sem o cãozinho, primeiro personagem a surgir na vida a dois.

Com uma dupla que cria empatia desde o primeiro instante e – como resistir aos encantos de um cachorro? – o filme funciona.

A trilha sonora pop e cativante e a direção de David Frankel (do ótimo O Diabo veste Prada), que alterna entre o drama e as cenas de humor das travessuras de Marley. Não há quem não se identifique.

marley_eu_2008_g

O final, triste e esperado, surge e deixa a platéia emocionada. Afinal, durante as duas horas de projeção, ela acompanhou toda a vida toda do casal com a (mais que evidente) presença do simpático labrador. Mesmo com uma meia hora final dramática, a tristeza não é gratuita e Frankel dirige com delicadeza até as cenas que poderiam resvalar no sentimentalismo barato.

Descubra. E ao sair do cinema, olhe seu cachorro de uma forma diferente. Ou, caso não tenha um, você provavelmente ficará tentado a levar um para casa.

Anúncios